Trabalhando as Energias do Momento: Leão

O Rei do Zodíaco

O primeiro trabalho de Hércules foi derrotar o temido Leão gerado pela deusa Juno que aterrorizava a região da Neméia. A fera atacava os habitantes e seus rebanhos, sem cair diante das tentativas inúteis dos caçadores da cidade. O herói, então, o venceu pela inteligência e passou a usar sua pele e cabeça como ornamentos. Em comemoração, Júpiter transformou o animal na constelação de Leão.

Sob regência do Sol, que passa por essa constelação no período que vai de 22 de julho a 23 de agosto (em média), Leão é um signo fixo e do elemento fogo. Desta forma, o quinto signo do zodíaco pode ser contemplado em uma fogueira no seu momento de plenitude, quando apenas apreciamos o calor e beleza emanados por ela. O fogo iniciado por Áries é mantido pela força e exuberância de Leão e só se apagará quando Sagitário decidir desbravar outras terras.  

Hércules-Leão-Neméia

O astro regente de Leão é o centro do sistema solar e com sua magnanimidade ilumina tudo aquilo que podemos enxergar com nossa consciência. O Sol nos traz vitalidade, auto estima e possibilita a construção de um ego saudável, viabilizando uma existência singular e criativa. Em contato com o Sol podemos viver iluminados por uma consciência divina, escapando da escuridão da ignorância.

Leão é o rei dos animais e, assim como seu símbolo, o signo representa nobreza, força e vitalidade. O magnetismo de leão atrai para si a confiança daqueles que ali encontram segurança e generosidade. O poder leonino ilumina a todos que aceitarem uma vida de lealdade a si, mas é importante lembrar de domar o ego, para que o orgulho e vaidade típicos não ofusquem a essência (de si e dos outros).

Sol

Na casa 5, associada aos símbolos de Leão, encontramos nossos potenciais de criação, expressão, diversão e prazer. É neste ponto da roda zodiacal que percebemos nossas paixões e tudo aquilo que faz o coração acelerar, nos impulsionando a viver cheios de nós mesmos, com a intensidade e verdade das crianças.

A partir de 2017 percebemos maior influência de Saturno, regente do ano, que agora encontra-se alinhado à constelação de Sagitário. Símbolo da prudência, rigor e responsabilidade, o planeta associado ao tempo e a justiça pode nos auxiliar a enxergar nosso ego e nos libertar do orgulho que, aos poucos, queima a essência e nos cega, afastando-nos do verdadeiro propósito.

Fogo-Elemento

Em 24 de julho de 2017, um dia após o ingresso do Sol em Leão, a Lua formará uma conjunção com o astro Rei, nos proporcionando um momento de renovação e reencontro com a individualidade e expressão pessoal. A Lua nova em Leão é excelente para afirmar nosso poder e vontade, a fim de iniciar projetos que estejam em consonância com nossa essência e propósito. Até o final de agosto é interessante meditar sobre nossos potenciais e talentos, que são essenciais para a construção do mundo vislumbrado por Aquário, oposto complementar de Leão, com quem a Lua se encontrará em sua fase cheia, no dia 6 de agosto.

Leão pode nos ensinar a viver com prazer, colocando à serviço do mundo tudo aquilo que temos de mais especial em nós agindo como senhores de nosso ego, inspirados por Hércules, que domou a grande fera, e valorizando nosso brilho com a ajuda do poder restritivo de Saturno. Assim como a estrela do sistema solar, nosso poder pessoal é um astro que faz girar em torno de si tudo aquilo que atraímos para nossa experiência terrestre.

Sugestão de ritual para desenvolver a criatividade e colocá-la à serviço do Universo:

Materiais:

Um punhado de sementes de girassol – o girassol é uma planta solar, que proporciona proteção, clareza da mente e sorte; também está relacionado ao elemento terra.

Uma vela amarela – a cor amarela representa o Sol, traz criatividade, expansão e alegria; relacionada ao elemento fogo.

Papel e lápis grafite – relacionados ao elemento ar.

Passo a Passo:

  • Em um papel branco escreva, à lápis grafite, a afirmação “Coloco minha criatividade à disposição do Universo”. Se houver algum projeto ou talento que pretenda desenvolver, escreva após a afirmação.
  • Faça um círculo com sementes de girassol e posicione o papel no centro.
  • Acenda uma vela amarela e coloque sobre o papel.
  • Quando a vela acabar, recolha as sementes e use para um banho energizante.
  • Coloque as sementes e o papel juntos aos pés de uma árvore (é importante devolver, principalmente as sementes, à natureza).

Sugestão de data:

06 ou 07 de agosto, quando a Lua estará cheia em Aquário, para potencializar a força do ritual.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no Aya e receber conteúdos exclusivos sobre Cursos, Palestras e Eventos? Cadastre seu melhor e-mail em nossa News!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *