Trabalhando com as Energias do Momento: Câncer

Câncer é o quarto signo astrológico do zodíaco. Seu símbolo é um caranguejo. Forma com Escorpião e Peixes a triplicidade dos signos da Água. É também um dos quatro cardinais, juntamente com Áries, Libra e Capricórnio. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, sua regência fica, geralmente, pois para dar certeza precisamos riscar o mapa, entre 21 de Junho e 22 de Julho.

Na mitologia grega, Câncer representa o caranguejo gigante que Hera, rainha dos deuses gregos, enviou para resgatar a Hidra. O caranguejo mordeu os pés de Hércules quando este combatia o terrível monstro, mas foi esmagado. Para premiar o caranguejo, Hera transformou-o naquela constelação.

Câncer

Câncer, signo regido pela Lua, representa a nutrição da vida. É o primeiro signo do elemento Água, simbolizando a maternidade, a proteção emocional e o ato de nutrir em si. Representa também a nostalgia, as memórias do que já foi vivido, o que emociona e conecta a experiências do passado ao presente. Depois de nascer (Áries), se fixar (Touro) e aprender (Gêmeos), Câncer convida o homem para reflexão, para uma viagem ao passado. Para este signo, não existe presente sem passado. Nossas memórias do que já foi vivido são fundamentais para criar raízes e alcançar a segurança.  

Esses registros inconscientes do passado são a base da energia canceriana. E isso inclui todas as informações das várias gerações que já passaram. Para Câncer, o antes é tão importante quanto o agora. O conhecimento sobre o mundo e a segurança que temos não vem do presente, mas sim do que já foi vivido, do que está na memória do passado, na tradição e nas raízes.

Segurança e insegurança ficam gravados pela água, que atenua todas as experiências já vividas. Vivenciar novamente tais sentimentos faz com que eles fiquem cada vez mais claros para Câncer, que passa a entendê-los melhor. Por ter facilidade em tomar o passado como lição, conferindo ao presente significado e energia para prosseguir sempre em frente, Câncer acaba conseguindo entender tudo isso de uma forma mais fácil.

O corpo busca se fixar e se alimentar, estabilidade e nutrição. O intuito é o de “crescer”, tal qual uma árvore em direção ao Sol. Câncer dá o apoio necessário para o salto em direção ao futuro, o crescimento, tendo sempre em conta suas raízes. Tenacidade, intuição, sensibilidade, nostalgia, memória e instinto maternal fazem parte das oitavas altas de Câncer. Porém, suas oitavas baixas podem trazer egoísmo, manipulação, preguiça e auto piedade. A energia canceriana, antes generosa, pode se tornar dominadora. Sonhos podem virar fantasias delirantes e o romantismo pode se tornar chantagem emocional. O equilíbrio entre essas energias confere a Câncer nutrir, dá um propósito, vontade de servir e liberdade para mudar.

Água-Elemento

Em Câncer, é preciso digerir tudo o que foi feito anteriormente, assentar a criação em uma base firme, integrá-la na realidade em que todos vivem para que ela possa ser incorporada. É exatamente isso é que Câncer faz e assim irá agir na vida: interiorizando o que se vive, assentando em sua vida o que se aprendeu, criando um apoio para as pessoas que consideramos iguais – e daí criando o conceito de uma família, ou tribo – onde irá gestar e nutrir, acalentando sonhos, o futuro de toda a coletividade.

Câncer pode ser Instável como as marés, relacionada a este signo, que está sob a regência da Lua. Tende a se mover de acordo com seu instinto de proteção, seu sentimento e suas emoções. Essa internalização é que corresponde a energia de Câncer, ligada ao cuidado da prole, preocupada com o futuro, mas com um olho no passado, um signo de silêncio, de auto-proteção, pois a semente precisa estar cercada de cuidados para poder germinar na proteção do escuro, longe dos olhares e dos comentários.

Saturno, o regente do ano, está em exílio em Câncer. Esta combinação traz a tona o excesso de dependência e o medo de expressar emoções. Saturno cobra uma reestruturação emocional, principalmente dentro do seio familiar. Pode resultar numa grande responsabilidade sobre o que envolve nossas famílias. É o momento de definir regras e criar estruturas. Quando se reaprende a sentir, laços fortes são criados. Aprender a exprimir as suas emoções. Quando equilibrada e consciente, esta energia permite-nos sermos mestres das nossas emoções sem medo de fragilizar, e amar incondicionalmente, assim como reconhecer as mesmas características nos outros.

A Lua entra em sua fase crescente, no signo de Libra, no dia 30 de junho. É o momento para se reconhecer que família é um grupo bem maior do que os parentes próximos. Todos se esforçam por superar dificuldades menores em prol de um resultado que favoreça a maior parte do grupo. Ideias se transformam em realidade. Não há passe de mágica, mas muito trabalho e desejo positivo.

Resumidamente, com esta janela energética teremos Saturno nos chamando a ter maturidade e responsabilidade por nossos atos dentro do campo das emoções e da família (Câncer), com uma empatia e visão do outro fortemente favorecida pela Lua em Libra.

É um ótimo momento para se colocar no lugar dos outros, tentar entender o que sentem, para que então possamos, assim, amadurecer com o processo. É o momento para abandonarmos a postura infantil de que sempre somos vítimas, que o mundo e as pessoas estão contra nós.

Não é um processo fácil, mas no fim é este o presente que Saturno nos traz. Através de sua severidade, transforma crianças em adultos.

Lua

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no Aya e receber conteúdos exclusivos sobre Cursos, Palestras e Eventos? Cadastre seu melhor e-mail em nossa News!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *